Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Estrada Alargada

Sábado fui por flores à sepultura dos meus familiares e à minha terra. Depois passei pelo  meu campo, para trazer comida para os animais, mais propriamente coelhos e galinhas e também para mim, pencas e espigos para fazer um arroz soltinho, que sabe muito bem, para quem gosta. Fiquei contente quando cheguei lá. Encontrei a minha amiga  de infância e colega de carteira da escola primária a Judite. Eu, já andava há muito  tempo a pensar nela.Em Outubro ela teve a filha internada um pouco mal, a filha é diabética e tem Paralisia Cerebral . Ela anda a fazer o 12º ano   pelas novas oportunidades.Não sei bem a escola, só sei que andava desanimada e tinha-me dito que senão, pode-se mudar para outra, que desistia.  Fiquei preocupada: porque ela precisava dele para subir no emprego, que tanta falta lhe faz. Mas, ontem ela deu-me uma grande alegria! Perguntei-lhe se tinha resolvido o problema. Ela disse-me que sim. E, tudo que tinha feito na outra e nunca lhe disseramque estava bem, nesta validaram-lhe tudo! Ela ficou muito contente e fez o resto dos trabalhos rápido e com mais vontade. De tal modo que já foi a júri ontem e correu-lhe bem! Fiquei muito contente. Mas também revoltada.Por na primeira escola não lhe terem dado valor, ao trabalho dela e de outros!. Eu pergunto, as leis para as novas oportunidades não são todas iguais? Claro que são. Então porque desanimam os estudantes a ponto de eles desanimarem e quererem desistir? Quem paga os danos? Minguem. Como sempre. Em  Portugal a culpa não é de ninguém . Ninguém tem culpa! Em Portugal quase todos tomaram uma vacina contra a culpa. Quase todos estão imunes, sobretudo aqueles, que tem dinheiro para a comprar...

 Em quanto eu estava a falar com ela, veio um senhor à nossa beira perguntar se lhe dizíamos qual era o campo do pai dele e vinha com outro senhor que vim a saber que é engenheiro. Eandava a fazer o estudo, para alargar a estrada, por causa do transito para do porto do Mar. Perguntei-lhe se ainda não tinha tido nenhum problema, com nenhum consorcio. Disse que não, mas uns dizem, viva o progresso, outros dizem,lá vai o sossego e segurança da terra. Ainda vai perder seu tempo como acontece noutras circunstancias, não acha? Talvez .Mas isso não é comigo. Mas espero bem que não. O vale também está quase todo abandonado pouco está cultivado. Eu sou pelo progresso. Desde que tomem medidas adequadas de principio, não há que ter medo. Viva o progresso. Se não para que fizeram o porto do mar? 

sinto-me:
publicado por zezacastanho às 15:59

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Convívio pascal dos sénio...

. Clube de leitura

. Sétimo selo.

. Ao clube de leitura

. Ser ou parecer...

. Natal.

. Coral polifonico atuando ...

. Convivio dos Sénior+ Da E...

. Convívio sénior.

. ...

.arquivos

. Março 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Setembro 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds