Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Ontem Domingo fui à missa a Darque.

Ontem, fui à missa a Darque porque o meu afilhado fazia a festa da celebração da palabra, pois éra o domingo da Assenção do Senhor ao Céu. Ele não sabia. Quando me viu do altar, na assembleia ficou logo com o rosto cheio de alegria! No fim dei - me logo um beijo, um abraço e agradeceu - me. Eu também fiquei muito alegre porque vivi a minha meninice e senti no coração  a alegria das catequistas, eu também foi catequista muitos anos. As crianças são fantásticas pois tudo que lhes ensinamos elas gostam de aprender, cantaram muito bem e em unisso , também leram as leituras corretamente.Os cânticos eram bonitos. Estava tudo muito bem organizado parabéns ás catequistas, paraoco.e à organisação, também ao grupo coral que esteve muito bem, parabéns ás adolescentes por darem um pouco do seu tempo livre em favor dos outros é no dar que recebemos, onde ser recompensadas. Gostei imenso de ver tanta criança pois não fazia a mínima ideia que Darque tinha tantas crianças! Temos futuro. Mas havia crianças que não tinham ninguém, espero que os pais não pudessem ir, por motivos maiores, se foi por isso espero que a sociedade, crie meios para que sempre que haja festas como estas e comparantes os filhos nunca sintam a ausência dos pais. Se foi porque os pais, se esqueceram que o  são , façam o favor de nunca mais se esquecerem. É aos pais que compete dar o exemplo. 

No fim fomos todos ao café, eu, os pais do meu afilhado, ele e um colega que se encontrava sozinho Regressei a Viana feliz por cumprir o meu dever Quando cheguei a casa meu marido já tinha feito o almoço! À tarde não sai pois tinha muita escrita para por em dia e leitura. Depois do jantar fui para o computador escrever versos aos casais. Aqui deixo alguns.

 

 

O meu casamento não é

O que muita gente quer

 Deus deu -me todas as cores

Eu pinto - o como eu quiser.

 

Tem dias que é  todo branco

Outros  são   todos ás cores

Há dias que são cinzentos

E outros é a preto e branco.

 

Para quê pinta-lo só a preto

Se a Natureza é à s cores?

O Sol quando nasce é branco

Ao deitar tem outra cor.

 

Não há coisa mais bonita

Que o Céu cheio de estrelas

Mas há dias que não tem

E não deixa de ser Céu.

 

A lua é da cor da prata

Tem noites que é cinzenta

Quando a tempestade passa

Tem um brilho mais intenso.

 

São assim os dias da vida

Uns são tortos outros direitos

Quando os direitos são fortes

Tornam os tortos mais direitos.

 

Os dois andam de mão dada

Na caminhada da vida

A vida que é só plana

Não vê luz no horizonte.

 

Não queiras fazer num dia

O que só se faz num mês

O ano tem doze meses

Mas é um de cada vez.

 

                                                                                                              Zéza Coutinho.

sinto-me:
publicado por zezacastanho às 23:50

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

Colegas de aula do T I C. No dia que tivemos aprimeira aula de filmes

publicado por zezacastanho às 14:59

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Hoje é o penúltimo dia de aulas de T I C.

Ainda não acabaram e eu já sinto a saudade que vou ter das terças e quintas à tarde! Pois tão cedo não vou encontrar colegas como estes , com uma educação esmerada como não encontro há muito tempo. Bem hajam e obrigada, por o que de bom me ensinaram. Peço desculpa pela minha irreverência, que por vezes podia não ser a melhor. Mas não fui por querer, é assim a minha maneira de ser, pois  gosto muito de vós e já mais me vou esquecer. Esteja eu onde estiver, seja lá onde for, nunca mais  me esquecerei de vós e da professora, gosto muito de vocês

                

       

         A professora das aulas        

    Era minha conterrânea .

Tive uma grande surpresa

Quando entrei na sala aulas!

 

         Ela ainda é muito nova          

 Mas ensina muito bem

Para melhor aprendermos

Ela escuta - nos também.

 

O calar ensina muito

O ouvir ainda melhor

Mas se o silêncio falasse

Esse  ensinava melhor.

 

Fui aprendendo dizendo

Que não ia aprender

Apesar de persistente

 Foi ela que me deu ânimo.

 

Um bom professor é assim

Não desfaz o sonho ao outro

Para que o aluno não desista.

Vai-lhe dando muito ânimo.

 

Obrigada pela paciência

Que tiveste - te em me aturar,

Nos dias que eu não tinha,

Mente para te escutar.

 

     Gostei de aprender contigo

O que tinha que aprender

Espero que tu comigo

Algo tenhas aprendido.

 

Toda a pessoa ensina

Quando anda a aprender

Não é do que aprende

Mas outra coisa  há -de ser.

 

Todo o ser humano sabe

Aprender e ensinar

Basta que  para isso queira

 Com bondade, escutar e calar.

 

Peço desculpa se

Alguma vez te ofendi

Mas não era intenção

Pois gosto muito de ti.

 

Aprendi contigo muito

Tanto que já esqueci

Quando voltar aprender

Quero vir para o pé de ti.

 

Aos colegas da jornada

Eu deixo aqui bem claro,

Obrigada pelo atenção

 E sorriso que me deram!

 

Um abraço para todos da

 Maria José Coutinho de Sá ......Até sempre Tenho - vos no coração.

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por zezacastanho às 15:01

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 6 de Maio de 2007

Para a minha Mãe no dia seis de Maio

É para o Céu que Te escrevo

É lá a tua morada  que

De lá Tu me protejas

Como por Ti, na terra fui amada.

 

Mãe, mãe, doce mãe.

Nome que eu gostei de ter

Se não fosses Tu  Oh!Mãe .

Não podia eu viver!

 

Hoje  estava  a trabalhar

Lembrei - te  ao Senhor

Não para que te perdoasse

Mas te cobrisse de amor.

 

Também chorei muitas lágrimas

Que não foram de desgosto .

Foi por não ver mais Oh! Mãe .

O sorriso de teu rosto

 

Fala - Le a Ele do Mundo.

Porque a vida não está fácil.

Os homens, esquecem - se Dele.

E depois só há desgraças .

 

É só velhos mal tratados

É crianças desnutridas

E os pais desesperados

Pois são sempre os acusados .

 

Mãe, mãe , é nome bem dito

Que eu lembro tanta vez

É maior que o  do infinito

 É igual ao de Deus talvez!

 

Ter Mãe é não ser só

É no mundo ter alguém

É pessoa que se ama

Com amor que a mais ninguém.

 

É muito diferente Agora

Não ter o carinho de Mãe

É como tirar água à nora

Quando ela já não tem.

 

Deus fez muitas maravílhas

Mas nenhuma é igual.

A mais bela que Ele fez

Foi a minha mágnifica Mãe!

 

O sorriso que Tu tinhas

Quando eu andava aderiva

Era o meu porto de abrigo

Onde eu me refugiava.

 

O dinheiro compra tudo

Dizem muitos sem saber

Quem não tiver uma mãe

Quem é que lhe vai vender?

 

Quem tem uma mãe é rico

Qem não tem é pobrezinho

Nem que seja muito rico

Não pode comprar carinho!

 

O carinho não se compra

Vem de quem nos tem amor.

Se não tiver uma mãe

Não sabe o que é amor.

 

O amor de mãe é Lindo

É o amor mais verdadeiro

Ela tudo o que tem dá

Entroca não pede nada!

 

Porque será que os pais

Não amam com tanto amor?

Porque não tem um ventre

Onde trazer as flores.

 

Foi um homem que me disse

Que Deus fez tudo perfeito.

Mas estáva um pouco triste

Por ele ser imperfeito.

 

Disse -lhe não esteja triste

 Ele sabe que fez  bem.

Se o homem fosse perfeito

Não podiam haver Mães!

 

Mães são as coisas mais ricas

Que há na face da terra

Elas! São que  dão ao mundo

Todos os Santos da terra!

 

Um delirio tão tristonho

Eu julgo que nunca vi

Disseste-me tanta vez

O filha gosto muito de ti.

 

Um amor como o teu

Julgo que ninguém o tem

Falava - Te tantas vezes

Quando não tinha ninguém .

 

O amor que Tu tinhas

Aos filhos que Deus Te deu

Julgo que ninguém o tinha

Nem se quer o própio Deus!

 

Obrigada minha Mãe

Pelo bem que Tu fizes - te

Nunca mais me esquecerei 

O amor que Tu me des - te.

 

 Obrigada minha Mãe

Obrigada Mãe ,amor.

Passarei a ver teu rosto

Na beleza da flor! 

 

A vida é toda ela bela.

Disseste - me tanta vez.

Mas hoje já é mais triste

Com a falta de vós três.

 

                                      Um Beijam da tua filha Zéza .

 

 

 

sinto-me:
publicado por zezacastanho às 01:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Maio de 2007

Hoje é o primeiro dia do Mês de Maio

Também é dedicado ao trabalhador, ainda bem ,hoje o trabalhador já está a ficar outra vez para trás do dinheiro,quando o homem vale menos do que o dinheiro é sinal que a humanidade, deixou de cumprir os direitos do homem. Eles nunca foram compridos na integra, agora menos! Em pleno século vinte e um, é vergonha.

  Também não é tudo mal, porque se comemora neste mês o dia da mãe, as mães são coisa boa, são quem cultivam dentro delas a primavera da humanidade, ou melhor as crianças.

E, muitas são tão mal tratadas,depois voltam a ser outra vez maltratadas por não poderem tratar dos filhos, como elas tanto queriam e gostavam,! Atirar pedras todos sabem a tirar, tira-las de cima são poucos e por vezes ainda os condenam!.As pedras são pesadas. Onde uma pedra cair deixa marca  para sempre... e dói muito. Hoje se estivesse na idade de procriar pensava muito antes de o fazer, para não ser condenada se não pudesse cuidar do meu filho como devia. e queria.

Também é o mês de Maio  que veste o Natureza de flores de múltiplas cores,não há ninguém que não goste de flores uns mais que outros, então não condeneis as mães que nos dão as flores  mais lindas da humanidade que sãos as crianças. Não há pintor por mais, profissional que seja que pinte flores também como a natureza, nem crianças tão lindas como as Mães dão à nação. E crianças pintadas na tela não formam nação.

Alegro - me por Deus ter me dado o dom da vida no mês de Maio. Se calhar é por isso que eu ando sempre bem disposta. E, gostar imenso de crianças. Elas ensinaram -me muito quando fui catequista, porque são autenticas.

PARA AS MÃES QUE SOFREM: QUEM AMA SOFRE, MAS SE NÃO AMAS PARA QUE VIVES?Eu também sofro, hoje também se comemora o dia da asma eu faço parte, pois sou asmática mas tenho - a controlada. As melhoras a todos os asmáticos. E uma grande salva de palmas para todos os pais sobre tudo às Mães e aos pais que são condenados injustamente.

 

 

                                                                                  Zéza Castanho.

sinto-me:
publicado por zezacastanho às 18:45

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Convívio pascal dos sénio...

. Clube de leitura

. Sétimo selo.

. Ao clube de leitura

. Ser ou parecer...

. Natal.

. Coral polifonico atuando ...

. Convivio dos Sénior+ Da E...

. Convívio sénior.

. ...

.arquivos

. Março 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Setembro 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds