Sábado, 3 de Outubro de 2009

Magoa.

                I

Mas tu, também tens culpa

Por te, esqueces de mim!

Os outros, são sempre bons.

Na tua boca, fui sempre ruim.

               II

Mas não compreendo isso

Nem é para compreender.

Se os outros é, que sãos bons

Porque andai atrás de mim?

               III

Sofro muito com isso

E, nunca vou compreender

Porque uma mãe, diz ao genro

Que a sua filha é ruim.

                 IV

Como posso compreender

Tão grande contrariedade?

Mesmo depois de eu casar,

Viés-te para a minha casa!

                   V

Espero que Deus te perdoe

E, também te explique

Mesmo que fosse ruim

Uma mãe… nunca diz isso.

                VI

Passados tantos anos

Ainda sofro com isso

Mesmo assim, te perdoei.

Mas jamais, esqueço isso.

                VII

Quem me dera esquecer.

Era tão bom, para mim.

Porque nunca mais ouvia

Teu genro, me dizer isso.

                VIII

Também me sinto feliz

Quando teu genro, diz isso!

Porque ele só me diz,

Quando pratico a justiça.

                IX

Nunca, vou estar de acordo

Quando, eu vir as injustiças.

A, permanecer na frente

Da verdade e da justiça.

                 X

Cristo também foi assim

Tão mal compreendido

E, julgado por Pilatos

Por praticar a justiça.

               XI

Por isso vós me dizíeis

Que eu era assim ruim

Por não estar de acordo,

Com o mal que eu via.

                XII

Nunca estive e não vou estar

De acordo com, injustiças

Sou católica por amor

E não, porque vou á missa.

               XIII

Vou á missa para aprender

A melhor prática da justiça

Não, para outros saberem,

Que também eu, vou á missa

               XIV

Nunca fui e não vou ser

Uma católica disfarçada

Sei, que cometo erros…

Eu também sou, humana.

               XV       

 Quando eu cometo erros,

Assumo-os, como humana.

  Nunca culpei os outros

  Pelos erros, que sãos meus.                           

                XVI

 Ensinei tanta vês isso

A, dezenas de crianças,

Quando eu fui catequista

E, vou fazer o contrário?

                XVII

Nunca jamais vou fazer

O contrário do meu eu

 Era como se eu fosso,

Outra pessoa e não eu!

               XVIII

Como seria o meu, eu

Senão fosse o eu, que sou?

Seria então meu, eu

O eu, que outros são!

              XIX

O mal de muita gente

 É, não serem quem o são,

Fingem um, eu por fora.

Que por dentro, não o são!

               XX

Foi Cristo Crucificado

Por eus, que disseram ser.

Quando Pilatos perguntou

Os eus …deixaram de ser.

              XXI

Disseram Crucificai-O.

Antes disseram-Lhe sim.

Mas esqueceram de ser.

O eu, que antes disse sim.

              XXII.

Vale mais, não ser ninguém.

Do que, parecer e não ser.

Ninguem julga uma pessoa

Quando ela  não existe.

 

.Zéza Coutinho. Escritos no ano 1990.

 

sinto-me:
publicado por zezacastanho às 21:11

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Convívio pascal dos sénio...

. Clube de leitura

. Sétimo selo.

. Ao clube de leitura

. Ser ou parecer...

. Natal.

. Coral polifonico atuando ...

. Convivio dos Sénior+ Da E...

. Convívio sénior.

. ...

.arquivos

. Março 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Setembro 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds